domingo, 6 de fevereiro de 2011

Metralhada - Sintra (Volta do Abano)

Com o Sol a brilhar durante toda a semana, afigurava-se uma bela manhã de BTT. E assim foi.
Às 8h uma pequena multidão do pessoal d'Os Metralhas já se juntava na Barragem da Mula, em Sintra, para a subida à Serra e depois descer praticamente até ao Guincho. Como sempre a boa disposição imperou e aos poucos o grupo fez-se aos trilhos.
Em Sintra, já se sabe, há que subir. E muito. Nos primeiros 9 kms devemos ter feito uns oito a subir. E por estar alturas é aqui que me sinto bem. Os cinco meses de ginásio intensivo, e os seis quilos a menos, dão frutos nestas alturas. Sempre gostei de subir, mas agora faço-o bem, com força e cadência. Antes quando via uma subida começava logo a pensar nsa dificuldades, agora abraço-as e até as subidas mais técnicas, com pedras e pequenas valas, consigo fazer. Já há três semanas que me sinto assim o que me deixa satisfeito com a minha forma.
Já a descer não é bem assim. Desde o alto do Peninha até às praias foi sempre a descer, em trilhos com pedras e é aqui que revelo a minha maior fragilidade a pedalar: o medo. Tenho medo de cair. Não há nada a fazer. A aliar a esse receio está a minha falta de técnica. O que para uns é um caminho técnico e apenas algo complicado, para mim é uma dor de cabeça.
Mas desta vez até me saí bem. É verdade que os trilhos não eram muito difíceis, mais fi-los praticamente a todos em cima da bicicleta e sem quedas, o que é o mais importante.
Para a semana Os Metralhas prepararam uma volta especial na Tapada Militar de Mafra. Lá estarei.