segunda-feira, 30 de abril de 2012

Passeio

Ontem foi o dia da 7ª edição da Gloriosa Corrida. Eu e a Lebre Atómica participámos, e mais uma vez com resultados bem diferentes.
Saímos de Odivelas às 10h para nos encontrarmos com um colega de trabalho às 10:30. No entanto, e dado que ameaçava chuva, ainda tive de passar pela sportzone para comprar um impermeável... deu muito jeito!
Às 11h horas lá arrancámos. O percurso foi ligeiramente alterado em relação ao ano passado, mas as principais dificuldades (subidas) estavam lá na mesma.
Nos primeiros 5 Kms, o Joel ainda ficou comigo (talvez porque não estava confiante para fazer uma boa prova, pois já não corria à algum tempo). Passámos pelo Templo Sagrado ao 4º quilómetro e ao passar o marcador dos 5 Kms disse-lhe para seguir sozinho porque eu estava com muitas dificuldades em respirar, e por isso tinha que parar. Depois de ter apanhado uma constipação a meio da semana, esta corrida ficou marcada pela quantidade de lenços que gastei antes, durante e depois de começar a correr...
Depois de ter andado durante uns 30 segundos, os segundos 5 Km foram melhores, mais rápidos, e incluindo a tal subida de Carnide!
Durante toda a corrida o sol foi aparecendo, o que me fez passar algum calor durante a prova (com o impermeável vestido), mas aos 9,3 Km começaram a cair uns pingos. Comecei a acelerar o passo, mas não evitei apanhar uma molha das antigas, porque a 500 metros da meta caiu um dilúvio!!!
Acabei a prova em 1h02m34s, o que considero ser bastante bom tendo em conta a dificuldade em respirar que tive durante toda a corrida.

PS: Nota para a organização que passou do 8 para o 80. No ano passado, levantar os dorsais foi caótico (2 horas), mas este ano demorei menos de um minuto a levantar os dorsais (o meu e o do Joel). Outro aspeto foi o reabastecimento de água: no ano passado houve 2 durante toda a prova, mas este ano foram 4!!?! Nunca tinha visto em provas de 10 Km...

domingo, 29 de abril de 2012

Corrida do Benfica

Hoje foi dia da corrida do Glorioso! Um dos aliciantes da corrida era o facto de a prova passar dentro do Estádio da Luz, sendo que na minha opinião ainda seria mais interessante se a meta se situasse dentro do Estádio da Luz.
Nas últimas semanas não tinha treinado nada, logo as expectativas não poderiam ser elevadas pois só com bons treinos se conseguem bons resultados. Nos últimos dias o tempo esteve chuvoso e não me agradava muito a ideia de correr à chuva, assim sendo comprei um impermeável para ir precavido caso começasse a chover.
Depois do carro estacionado no C.C.Colombo e passarmos pela sportzone para o Ricardo adquirir um impermeável lá fomos nós para a partida que ainda ficava a alguma distância (deu para aquecer até lá). No caminho ainda vimos o Rui Costa e a equipa de Futsal do Benfica.
Muita gente à partida, muita gente com a camisola vermelha da prova. Notei a falta do speaker, faltou alguém a puxar pelo pessoal, faltaram os discursos das personalidades benfiquistas e faltaram os cânticos benfiquistas à partida. Faltaram alguns ingredientes para tornar a prova numa festa benfiquista de maior dimensão.
O objectivo para esta prova era o convívio e participar. Sabendo que não estava com o andamento necessário para chegar perto do record pessoal, iria ainda procurar puxar pelo Ricardo para ajudá-lo a melhorar a sua marca.
O equipamento que levei era para frio e chuva mas apesar das nuvens nada de chuva à partida e apenas algum frio. Se fosse uma corrida de Fórmula 1 dizia que levava equipado pneus de chuva quando o piso estava apenas ligeiramente molhado. Nos primeiros 5 kms, por opção minha, acompanhei o Ricardo. O ritmo foi de aproximadamente 6minutos por km, tendo passado os 5kms com o tempo de 30m20s. Por volta dos 3,5kms tivemos oportunidade de passar por dentro do Estádio da Luz, pela parte lateral do relvado. Foi uma experiência gira estar no relvado e olhar para o Estádio de uma nova perspectiva.
No km 5 acelerei um bocado e fiz o km seguinte de forma relativamente rápida mas depois disso abrandei um pouco, efectivamente não estava com grande pedalada. Além disso estava com calor pois a temperatura estava razoável, não havia chuva e o sol aparecia de vez em quando. De qualquer modo a segunda metade da prova estava a ser realizada em menos tempo da primeira metade. Nota positiva para o abastecimento de água dado aos atletas (4 abastecimentos).
A 300m da meta começou a chuviscar, aí lá coloquei o capuz e fechei o impermeável e fiz um sprint até à meta e terminei a prova com o tempo de 57m57s.
Depois de concluir a prova começou a chover a valer e percebi que apesar de ter tido calor o impermeável seria muito útil e evitaria que apanhasse uma “grande molha, pois depois de terminada a prova ainda havia que ir até ao C.C.Colombo. O grande sprint do dia foi efectuado do Estádio até ao túnel, neste percurso chovia torrencialmente e onde efectivamente considerei como boa a opção de ter levado o impermeável. Uma das lições do dia foi que às vezes aquilo que parece que não é o melhor pode ser bom.
Gostei de ter participado na prova, gostei da experiência!

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Quem arrisca.... não petisca!

Pois é, hoje foi o tão aguardado confronto no squash: Cromo vs. Careca.
O resultado final foi  3-0 com os parciais 12-10, 11-8 e 11-8. 
Foi um excelente jogo, bastante equilibrado, e que se resume em duas partes: o primeiro set e os outros dois (que foram exactamente iguais): 
- O primeiro set foi taco a taco até ao 9-10. Nesta altura estava eu a servir para fechar o set, e pensei eu que seria uma  boa altura para arricar um pouco mais... correu mal , e o Cromo deu a volta com 3 pontos seguidos e fechou bem o set. 
- Nos outros dois sets, o jogo decorreu de forma igual: o Rui esteve sempre 1 ponto à minha frente, e sempre que eu tentava recuperar, arriscava um pouco mais, a coisa corria mal e ficava com 2 pontos de diferença. Depois recuperava e voltava sempre ao mesmo... a falhar em alturas cruciais (quando conseguia até por vezes empatar o set: 3-3, 4-4 e 5-5). Em ambos os sets chegámos ao 8-6, 9-7 e 10-8, e por fim 11-8... 
Ambos jogámos bastante bem, e na minha opinião tanto podia ter sido 3-0, como 0-3, como qualquer outro resultado. O que diferenciou e sentenciou o jogo foi o facto do meu jogo ter sido mais agressivo, e a assumir mais riscos (talvez desnecessários), e o do Rui ter sido mais regular. Se nas jogadas em que arrisquei mais tivesse tido uma pontinha de sorte, talvez o resultado tivesse sido bem diferente. Mas o jogo certinho do Cromo, aliado aos erros que cometi em jogadas cruciais impediram-me de obter um resultado diferente... Parabéns ao Cromo que foi um justo vencedor, pelo jogo certinho e regular (sem erros não forçados) que fez durante o jogo todo. 
Pró ano vai provar um prato que se serve frio... MUAHAHAHAHAH!!!!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Depressa...

Muito rapidamente, porque o tempo é escasso nas vésperas de 2 acontecimentos importantes cá em casa, hoje tive mais um jogo de squash. Perdi 3-1 contra a única representante feminina no torneio e desta forma disse adeus ao troféu aqui em disputa: a taça JRR. Muito havia para contar, mas não tenho tempo. Assim sendo, parabéns ao Cromo que é o vencedor... mas para a semana estará o orgulho em jogo... MUAHAHAHAHAHA

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Um ano de Sports Tracker

 É uma pequena mariquice, eu sei - vá, chamem-me de cromo -, mas fruto da minha profissão, gosto destas coisas, de analisar pormenores, coisas que à primeira vista parecem não ter importância, mas para mim funcionam como factor motivacional.
Apercebi-me então que estou a usar o Sports Tracker há cerca de um ano. Comecei a usá-lo regularmente em Abril de 2011 e desde então tenho controlado o meu exercício físico através desta ferramenta.

E isso permite-me concluir várias coisas:
  1. Os últimos 365 dias foram terríveis ao nível do pedal. Menos de 800 quilómetros percorridos é uma vergonha, ainda para mais porque registei apenas 24 saídas de casa... É verdade que houve motivos de força maior - e isso é que importa -, mas também não deixa de ser verdade que rentabilizei mal essas saídas. Com 50 kms por saída teria chegado aos 1200 kms, um número mais aceitável para mim. Assim fico-me em cerca de 30 kms a cada vez que saio de casa. Um número a melhorar até ao final de 2012, assim espero;
  2. A corrida é algo que me surpreende. Saí 18 vezes para correr no último ano. 18! Isto para quem não gosta de correr é muito. Está quase ao nível do meu desporto preferido, o BTT. De qualquer forma, também é um número com natural tendência para subir, graças às corridas semanais à hora de almoço que vão ser mais frequentes com o chegar do bom tempo;
  3. A parte indoor... Quase dois dias inteirinhos sem ver a cor do céu. A parte do squash ainda vá, gosto, dá-me prazer, tudo ok. Mas a maior fatia deste tempo foi passado no ginásio, a pedalar sem sair do lugar, a correr sem avançar, a empurrar, levantar e puxar pesos. E disso é que não gosto. Sinceramente, não me importo nada que este número baixe - ou se mantenha - até ao final do ano. Desde que os outros subam...
  4. No geral não me posso queixar, claro. Quase 100 mil calorias abatidas em mais 100 horas a praticar desporto. 115 registos de exercício, o que dá mais de dois por semana. Bem bom para quem ainda há dois anos pesava 92 kgs e jogava futebol de 15 em 15 dias e andava de bicicleta em ciclovias, devagarinho e com 10 paragens...

Conclusão: Estou mais perto do meu objectivo principal: baixar dos 80 kgs até ao final do ano (chegar aos 75 kgs seria de sonho, mas quero sonhar tão alto por agora...)
Para já estou com 82.5 kgs, mas ainda vamos em Abril...

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Run & Bike Odivelas

Ora é assim...Os dois meninos dedicados à corrida que se entendam, mas eu quero ir a esta prova...

Estafeta Run & Bike
 
27/05/2012 09:00 – 14:00

Em pleno coração verde do concelho, Pinhal da Paiã, vamos organizar uma prova diferente, aliando dois desportos individuais, corrida e ciclismo num jogo de equipa. As equipas são compostas por 2 elementos, onde um efectua o segmento de corrida e o outro depois de receber o testemunho efectua o segmento de bicicleta.

Serão divulgados mais detalhes sobre o evento em data mais próxima à sua realização.


Claro está que quem vai pedalar sou eu, né??