domingo, 5 de julho de 2015

Treino Longo - Carnaxide, Linda a Velha e Estádio Nacional... e volta

 
Tinha passado o dia (sábado) na praia e cheguei ao final da tarde a casa. Algo cá dentro me dizia para ir correr, e antes de tomar banho, resolvi vestir os calções, a shirt, umas meias e uns ténis. Sai de casa, pus um pé à frente do outro, depois o outro à frente do primeiro e lá fui eu.

Estava farto de fazer mesmas voltinhas de sempre à volta da urbanização, os meus pés e a minha mente voavam, queria rasgar um novo caminho, descobrir novas paisagens e fazer um longuinho.
Então resolvi ir correr por aí sem destino marcado, sem nada que me prendesse, nem ideias do que devia treinar, se velocidade, se força ou endurance, sem horas para chegar, simplesmente correr por correr.
E da Serra de Carnaxide fui deslizando até ao Estádio Nacional, descendo aqui e descendo ali até que sete quilometros depois. quando cheguei,  lá é senti uma epifania... Tinha de voltar a subir aquilo tudo... 290 metros em 7 kms. Um total de 14 kms. Bem bom...
O que vale é que à minha espera...
(tenho de começar a levar a GoPro nos treinos)


4 comentários:

  1. Andas a aprender umas coisas por aí .... sabe ou não sabe bem, chegar a casa cansado e suado e mandar abaixo uma cevada bem fresquinha ... só tens que afinar aí um pormenor ou outro ... Super Bock tem muito mais electrólitos, mineirais e magmizonas do que a Sagres ... vai realizar-se uma formação sobre este tema, no dia 9/8 na Pampilhosa da Serra ... primeiro é preciso correr 30km para ficar nas lonas, o chamado reset corporal ... depois aprendes a voltar à vida com uma catrefada de cevadas fresquinhas ... uns precisam de mais e outros menos ... não é uma cena bonita de ser ver :):):), mas ficas com certeza mais conhecedor de técnicas avançadas de hidratação extrema :)
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Dia nove tenho um imprevisto... mas... porém... contudo... todavia... deveria de facto ser elaborado um workshop avançado sobre este tema. De onde decorrerão vários posts e crónicas, bem como tese de mestrado e doutoramento.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Ahhh, os benéficios da hidatação cevádica!

    Este posta faz-me lembrar...olha diz lá que não é bom escapar um pouco da rotina e ir desbravar Mato nunca percorrido? Ou, pronto, uma voltinha diferente?

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. É tão boooooooooooooooooooooooooooom beber cerveja :)
    Faz lembrar outro blog não é? Pois é!
    Epah adorei, há muito tempo que não fazia isto.
    Obrigado e Abrço
    Boas corridas por aí

    ResponderEliminar