sábado, 4 de julho de 2015

Amorama - Uma crónica muito atrasada



O Sol pairava no ponto mais alto, do dia mais longo do ano, e eu no ponto mais alto da Amadora... escorria luz e calor por aquelas encostas abaixo. Duas partes de um ser imperfeito encontram-se em São Braz.
 
Zé: O ano passado fui muito feliz na Amorama. Gostei de fazer uma corrida de solidariedade na terra onde vivo, gostei das dificuldades específicas do trajecto, com duas grandes subidas e por último, fui ao pódio (não por mérito próprio mas... fui ao pódio e bem acompanhado)
Mi: Parabéns!

Zé: Este ano recusei um convite para ir ao triatlo de Oeiras para vir à Amorama.
Mi: é fizeste tu bem.

Zé: Numa manhã de muito calor cheguei a São Braz na Amadora, registei alguma desorganização na distribuição de dorsais, mas finalmente calhou-me o 66. Uma afluência muito reduzida com muitos preparados para a fazer a marcha e poucos para a corrida.
Mi: Eram mais os policias dos que os corredores.
Zé: Junto ao portal da partida encontro um cota...
Mi: Da tua idade...
Zé: olha, e da tua!
Zé: ...um cota com quem comento que se não for varrido pelo carro vassoura arrisco a ir ao pódio. Mas ele comenta que será ele...
Mi: solidariedade sénior.
Zé: Com a partida, corremos por ali abaixo atrás de outro blogger, o Sérgio Pontes, mas esse meteu a 5ª e nunca mais o vi.
Mi: 1º km 4:24 e 2º a 4:46.
Zé: Depois a subir é que foram elas, 60 metros de altitude em 2 kms
Mi: 3º km a 5:40 e o 4º a 5:27... está calor quero ir para a praia
Zé: Um pouco mais e estava feita a primeira volta de duas ao percurso
Mi: Mais uma voltinha mais uma viagem
Zé: Hoje estás extremamente cínico!
Mi: Sim...
Zé: E monocórdico
Mi:  "Sou um homem normal... portanto"
Zé: Durante a 2ª volta vejo um velhote com uma rapariga a cortar caminho, cerca de 500 metros...
Mi: ficaste chocada...
Zé: Mi!
Mi: Está bem!
Zé: A segunda volta foi bem mais difícil, as pernas cansadas pesaram mais na subida
Mi: Idade... pantufas de gel
Zé:  O 8º km +35 metros de altimetria, foi feito em 6:04...
Mi: Uma vergonha!
Zé: Nos últimos 2 kms o cota que encontrei na partida, e que entretanto tinha deixado para trás, apanha-me e falamos durante um bocado, até que ele me deixa para trás. Ainda assim fiz um esforço para terminar abaixo dos 50 minutos.
 
Tempo final 49 e qualquer coisa, bem melhor que os 54 do ano passado.
Boa maneira de celebrar o solstício. Para o ano há mais
Mi: Leva-me para a praia.

10 comentários:

  1. Eh eh, texto muito original!

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado... olha que a tua LSD vai dar que falar. Muito original.

      Abraço!

      Eliminar
  2. Muito bom ... hehehe... o texto, não o tempo da corrida :P ....
    Abraço

    P.S. O azul fica-te bem ;) ...se tivesse umas riscas brancas verticais ainda melhor ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) :) :) Piadinha

      Sabes que o organizador que me convenceu a ir à corrida também pensa assim, mas olha que só utilizo a camisa porque é a oficial da equipa.

      COMO O TEMPO NÃO É BOM?!?!?! Aquilo tem subidas que nunca mais acabam... o ano passado sai daqui com uma pubalgia... fui ao pódio (da melhor maneira) mas sai dorido. :)

      Boas corridas Abç

      Eliminar
    2. Ok... não te enerves ... menos 5 minutos que o ano passado é, vá lá, razoável ... podias ter cortado caminho e ainda tiravas mais 2 ou 3 minutos como os outros dois ;) ...Pódio?? Que luxo .. eu não sei o que é isso, nem perto ... :)
      Abraço

      Eliminar
    3. Carlos o ano passado foi assim... o pódio não foi por mérito próprio mas foi muito bem acompanhado :D

      http://jrr-desporto.blogspot.pt/2014/07/2-corrida-amorama.html

      Eliminar
  3. "Mi: "Sou um homem normal... portanto"" :D :D

    Gosto mais do Mi do que do Zé! :P

    Beijinhos, parabéns pela prova!

    ResponderEliminar
  4. Ahhh, gosto tanto de ler as tuas crónicas quando te esqueces de tomar os comprimidos...e das outras também :)

    Bom tempo para um Senior da tua idade, com calor, subidas, camisola azul...enfim, contrariedades.

    Abraço

    PS: 1 ano depois, sem pódio, sem lesão, bom, não?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. HA HA HA HA

      Bem podes dizer, o que mais me pesou foi a camisola ser azul

      Abraço

      P.S. Muito bom, principalmente aprender a dar a volta por cima.

      Eliminar