sábado, 30 de abril de 2016

PGTA 42 kms - Peneda Gerês Trail Adventure - Teaser





Podia discorrer aqui um discurso épico sobre a dureza das subidas ingremes durante quilómetros e quilometros, podia descrever as descidas técnicas de grande inclinação feitas com uma unha partida, podia até passar mensagem sobre das dores que senti, nos músculos, num torcicolo que me apareceu logo nos primeiros kms, dos joelhos que latejavam mas, nada disso...

 

Nada disso bate a felicidade que é andar livre pela montanha, nada disso bate o companheirismo do que é planear, treinar e fazer uma maratona seis horas e meia na montanha com amigos.

O prémio da corrida não é na meta, é a prova.

 

2 comentários:

  1. Boa .. é esse o espirito. Mas tudo faz mais sentido quando se corta a meta! Parabéns.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, mas vais reparar, se eu alguma vez conseguir terminar o texto, que há momentos de felicidade lá em cima.

      Abraço

      Eliminar